Pular para o conteúdo principal

D.B.C.D. - Desenvolvimento baseado na "Caverna do Dragão"

Depois de muito tempo sem assistir este épico desenho, acabei topando com ele novamente enquanto esperava minhas crianças acordarem (é sério mesmo!).

Assisti por 60 segundos e logo peguei meu laptop pois acabava de ter o meu último insigth do ano: você já imaginou ensinar desenvolvimento de software para aqueles personagens? Teríamos uma equipe PERFEITA, pense bem:

- Bob: o jovem valente com um tacape aparentemente podereso, mas poucas vezes ajuda efetivamente. É o programador Ruby on Rails.
- Daiana: teríamos aquela jovem com bastão mágico que pode dar longos pulos. Casa perfeitamente com metodologias ágeis e Sprint.
- Erick: o bundão com aquele escudo. É o cara da auditoria PMI com pós em CMM. Sabe tudo de logs é expert em TXT.
- Sheila: a fulana que tem a capa que pode sumir. Bem, essa nem precisa de explicação. Muitos programadores sofrem de síndrome de Sheila.
- Presto: é o mágico que em situações extremas tenta tirar algo do chapéu, mas nunca funciona. Basicamente é o fulano que tem a idéia de dar um reboot no servidor.
- Henck: o cara valente que lidera a galera e tal. Tipo do cara certinho que quando solta um pum logo levanta a mão e fala: "fui eu!!!". Obviamente é o Scrum Master.
- Mestre dos magos: nossa senhora! esse é o arquiteto terceirizado que colocam alguns minutos por semana dele no seu projeto, ele dá sugestões mas nunca a implementa, afinal, ele já parou de programar há mais de 10 anos.

E pense sobre o mundo onde eles estão presos: este mundo é o mundo corporativo, onde todos tentam encontrar uma saída mas ela não existe. Cada capítulo é um projeto e em cada projeto pessoas pensam em sair daquele mundo e abrir uma pousada, virar marceneiro, caminhoneiro, vagabundo...

Adicionalmente imaginem o quanto isso vai facilitar um bocado para o RH: procura-se desenvolvedor Java EE tipo Presto, ou tipo Henck, Bob, Diana.

É uma semelhança absurda. E cada um ainda tem um "Vingador".... Desculpem a viagem, mas não pude deixar de documentá-la.

-Vinicius Senger

Comentários

Wagner Santos disse…
Nossa, viagem total kkkkkkkkkkk =), já estou pensando em criar o D.O.S (Desenvolvimento Orientado a Smurfs) O_o
Wagner Santos disse…
Fica uma outra sugestão,

Vamos adicionar a UNI (a unicórnio miserável que sempre atrapalha os caras de voltarem para o casa), ela pode ser a analista de qualidade que sempre impede o sistema de subir para produção XD .kkkkkkkkk que tal?
chunga disse…
KKKKK!!!! Muito bom!
Anônimo disse…
Depois de ler o post eu remeto-me aos anos 80 onde a maoria dos desenvolvedores não seguiam metodologia alguma, copiavam códigos da internet, as aplicações tinham as piores performances de consultas. A questão é que eles ainda se achavam o tal. Mal conhecem estrutura de dados e só usam subquery com union para alongar o código. Agora que usam um ou outro framework, continuam se achando, porque colocam um sistema na Web e mal sabem calcular um volume de dados e performance de acesso. Viva ao profissional copy-paste!!!. Não precisa de metodologia e tão pouco de processo, porque a sua aplicação é anti-bug.
MDantas disse…
Caramba Vinícius .... viagem mesmo! heheheee

Feliz ano novo!
Perenha disse…
E quem seria o Tiamat??? Talvez um chefe carrasco, que chega amedrontando todo mundo e criando uma desordem geral, hehehehe...
ReiTak disse…
Boa Vinicius, bela de uma viagem, só complementaria dizendo que os clientes estão mais para nivel Vingador hohoho Já que é oq sempre tenta matar a equipe hehehe
Anônimo disse…
Caraca, não falta mais nada!
:s
Anderson disse…
Tiamat na vdd são os clientes , pois cada hora diz uma coisa , é o mesmo q fazer a "entrevista" com uma cabeça diferente a cada reunião.

D.O.S = Desenvolvimento Orientado a Smurfs , boa essa , gostei. só tenho a curiosidade de saber onde se encaixaria a Smurfete kkkkk
Anônimo disse…
boa é a visão a respeito do rail, pmi e do scrum. mostra a falta de conhecimento em relação a outras tecnologias e metodologias.
Ri muito !! :-D
Amiguinho disse…
Simplesmente do outro mundo. Excelente !
Raphael disse…
A Uni acho que representa o Go Hourse Process, sempre obrigado todos a voltar ao msmo ponto.
Unknown disse…
Temos outras metodologias surgindo por aí:

D.O.D => Desenvolvimento Orientado a Dragonball
D.O.D.Z => Desenvolvimento Orientado a Dragonball "Z" (versão "EZtreme" do D.O.D)
B.T.D.D => Ben-Ten-Driven-Development (Metodologia desenvolvida no planeta "Galvan Prime" por Azmuth, criador do OmniTrix e guru do paradigma de OOD (Object-Oriented-DNA)

P.S.

Viajadas maiores são bem-vindas. Afinal, é Natal!

Postagens mais visitadas deste blog

2º Bate Papo do SP-GTUG - Divulgação

Pessoal, Para aqueles que já estiveram presentes nas atividades do SP-GTUG (encontros ou bate papos na Globalcode), e para os que ainda não puderam estar presentes, teremos um novo bate papo acerca de mais duas tecnologias do Google: AdSense e Python no GAE. Este será o nosso segundo bate papo do SP-GTUG, nos mesmos moldes dos minicursos da Globalcode . Local e data O bate papo acontecerá no dia 27/03/10, das 10:00 às 13:00 na Globalcode. Para fazer sua inscrição e participar acesse a home da Globalcode e vá até a parte de "Minicursos Gratuitos da Semana ". Conteúdo das apresentações Abaixo seguem as descrições passadas pelos palestrantes: Título: "Algoritmos em Python" Resumo: Python é uma linguagem considerada frugal, simples, sem ser simplória! Entenda como construir algoritmos ninjas com essa linguagem, adotada pela Google e pelo MIT. Veremos muito, muito código, desde algoritmos clássicos até tutoriais do

10 reasons why we love JSF

1. One-slide technology: it's so simple that I can explain basic JSF with one slide. 2. Easy to extend: components, listeners, render kit, Events, Controller, etc. 3. Real-world adoption: JBoss, Exadel, Oracle, IBM, ... 4. Architecture model: you can choose between more than 100 different architecture. 5. Open-mind community: using JSF you are going to meet very interesting people. 6. We are using JSF the last 5 years and we found very good market for JSF in Brazil 7. Progress: look to JSf 1.1 to JSF 1.2, JSF 1.2 to JSF 2.0. People are working really hard! 8. Many professionals now available 9. It's a standard. It's JCP. Before complain, report and help! 10. Ed Burns, spec leader, is an old Globalcode community friend! EXTRA: My wife is specialist in JSF. She's my F1 for JSF :) Nice job JSF community! -Vinicius Senger

JSF 2 - Composite Components, você não precisa mais ser um ninja

Estamos em uma nova era da computação, os dados não estão mais localizados em um banco dentro de sua empresa, vivemos a explosão de redes sociais, informações são geradas a todo instante, e se torna essencial que sua aplicação conheça os serviços disponíveis na web e consumam suas APIs geralmente disponíveis por serviços REST. Legal, mas como ficam meus aplicativos Java EE neste novo cenário? Para quem vem acompanhando a evolução da plataforma, é notório que todo esforço vem sendo utilizado para aumentar a produtividade e a integração com novos serviços. Basicamente duas especificações surgem com muita força para atender este cenário, a JSR - 314 (JSF-2) e JSR - 311 (JAX-RS), neste post exploraremos a JSR-314 (JSF2) e sua nova forma de criar Composite Components. Uma das grandes queixas dos desenvolvedores JSF era a complexidade em criar composite components, era necessário um vasto conhecimento sobre o ciclo de vida de uma aplicação JSF. Agora, você não precisa ser mais um “ninja” em

Gosta de informática e sonha ser programador Java um dia ?

A Globalcode está procurando jovens que queiram ser programadores no futuro, para fazer parte de sua equipe de vendas e operacional na unidade Paraíso em São Paulo somente. O grande diferencial é o planejamento para carreira de programador. O planejamento de cursos do portifólio da Globalcode: Academia do Programador, Academia Java, Academia Web, Robótica, Eletrônica, etc, será realizado periodicamente de acordo com o desempenho e interesse individual. Atenção : Este não é um estágio para trabalhar com Java, são duas vagas CLT administrativas para pessoas que queiram ser programadores no futuro. Perfil : Conhecimentos de informática básica, saber lidar com pessoas e trabalhar em equipe. Deve ter concluído o ensino médio, ter boa escrita, ser organizado, responsável, comprometido e dinâmico. Interesse por computação, programação, internet, robótica, eletrônica,... Temos duas vagas para jovem-aprendiz abertas: 1) Setor operacional No dia a dia Serviços externos Controle de estoqu

JavaMail: Enviando mensagem HTML com anexos

Introdução Depois do post "JavaMail: Enviando e-mail com Java" , que apresentava como enviar um e-mail com Java, resolvi complementar a assunto apresentando como enviar uma mensagem formatada, em HTML , e também como realizar o envio de anexos. Bibliotecas Além da biblioteca JavaMail, veja mais no post anterior , é necessário incluir o JavaBeans Activation Framework (JAF), apenas se a versão utilizada for anterior ao JSE 6.0 , que já tem o JAF incluso. O JAF está disponível em http://www.oracle.com/technetwork/java/javase/downloads/index-135046.html , e neste download encontramos, alguns exemplos na pasta demo , documentação, incluindo javadocs, na pasta docs e a biblioteca activation.jar , que deve ser acrescentada no classpath da aplicação para versões anteriores ao JSE 6.0. Exemplo Primeiramente devemos realizar a configuração da javax.mail.Session e da javax.mail.internet.MimeMessage , estes passos podem ser vistos no post anterior . Agora vamos montar um

TDC INNOVATION lança University Pass

Modalidade de ingresso tem como objetivo ajudar na capacitação dos universitários Uma pesquisa realizada em 2020 pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) diz que até o ano de 2024 o Brasil precisará de cerca de 420 mil profissionais na área de Tecnologia da Informação. Porém, por ano, a mesma pesquisa diz que o país forma apenas 46 mil profissionais capacitados no nicho. Pensando nisso, para ajudar na formação e capacitação desses jovens profissionais, o TDC INNOVATION, segunda edição do ano do The Developer's Conference, lança o University Pass, modalidade de ingresso que possibilita aceso digital gratuito a todas as palestras do evento, ou com 50% de desconto para quem preferir ir pessoalmente. Com o tema central “Desafios para a criação do futuro Digital”, o TDC INNOVATION ocorrerá entre 1 e 3 de junho, de forma híbrida: presencialmente no Centro de Convenções CentroSul, em Florianópolis, e com transmissão simultaneamente pela