Pular para o conteúdo principal

JSON fácil em Java com GSon !

Ola pessoal !

O formato JSON (JavaScript Object Notation) vem se consagrando cada vez mais na comunicação de dados, principalmente nos dispositivos móveis devido a esse formato ser mais leve que o XML e também mais legível.
Uma prova disso são as inúmeras bibliotecas que existem para manipular esse formato, e no caso do Android, o suporte ao JSON é nativo. Mas apesar de ter esse suporte nativo, algumas operações devem ser feitas manualmente e o código acaba ficando um pouco verboso e repetitivo, já que para cada objeto que se deseja transmitir é necessário fazer um método que lê as propriedades do JSON e faz as devidas atribuições no seu objeto Java.

Vamos supor o seguinte objeto sendo transmitido em JSON:

{
  user: {
    id: 123456,
    name: "Neto Marin",
    username: "netomarin",
    email: "netomarin@globalcode.com.br"
  }
}

Se você fosse tratar um Webservice que envia esse JSON para o seu aplicativo Android, além de criar a o Java Bean desse objeto, a classe User por exemplo, você também precisaria programar  um método em algum controller  (ou em uma classe qualquer) para carregar o bean com os dados que vieram pelo JSON, por exemplo:

public User loadUserFromJSON(String jsonString) {
    User user = new User();
    try {
        JSONObject userObject = new JSONObject(jsonString);
        user.setId(userObject.getInt("id"));
        user.setName(userObject.getString("name"));
        user.setUsername(userObject.getString("username"));
        user.setEmail(userObject.getString("email"));
    } catch (JSONException e) {
        e.printStackTrace();
    }
    
    return user;
}

E assim teria que fazer para cada objeto que você quisesse receber via JSON. Sem falar nas atualizações que teria que fazer em caso de mudança do objeto ou problemas que poderia ter com erros ou trocas nos nomes das propriedades.
Além do parser para carregar uma instância de User a partir de um JSON, caso você precise enviar o mesmo JSON para o servidor, teria que ter um método para converter o seu bean em uma String no formato, e então, teria um método parecido com isso:

public String userToJSON(User user) {
    JSONObject object = new JSONObject();
    try {
        object.put("id", user.getId());
        object.put("name", user.getName());
        object.put("username", user.getUsername());
        object.put("email", user.getEmail());
    } catch (JSONException e) {
        e.printStackTrace();
    }
    
    return object.toString();
}

Apresentando, Gson !

Então, pra dar uma ajuda nessa tarefa toda, o pessoal do Google criou o projeto Gson, que tem como principais objetivos:
  • Prover uma interface simples para ler e exportar no formato JSON.
  • Permitir que objetos pré-existentes e que não possam ser alterados sejam convertidos para e partir de JSON.
  • Suporte ao generics do Java.
  • Representação customizada de objetos.
  • Suporte a tipos complexos de objetos.
Dessa forma, a promessa do Gson é que com apenas poucas linhas você consiga gerar objetos a partir de uma String JSON. A conversão do objeto user que foi demonstrado acima, se for utilizar Gson, ficaria assim:

public User loadUserFromJSONGson(String jsonString) {
    Gson gson = new Gson();
    User user = gson.fromJson(jsonString, User.class);
    return user;
}

Bem mais fácil não? E na hora de enviar essa classe User para o servidor, seria tão simples assim? Vejamos:

//criação do objeto para demonstrar...
User user = new User();
user.setId(123);
user.setName("João da Silva");
user.setEmail("joaodasilva@mail.com");
user.setUsername("joaosilva");
    
//código que faz o trabalho ;-)
Gson gson = new Gson();
String userJSONString = gson.toJson(user);

//Para ver o resultado no Logcat    
Log.d("Gson", "user JSON String: "+userJSONString);

Mas é só isso ?!?!

Claro que não ! O próprio formato JSON tem uma série de particularidades e também limites. E a biblioteca Gson está em desenvolvimento, e é claro, também tem as suas limitações. Por isso, visite o site do projeto e também o Gson User Guide que conta com diversos exemplos mais avançados, envolvendo objetos complexos, arrays e generics!

Esse exemplo que apresentei serve para mostrar a simplicidade da idéia, e que será o suficiente caso você apenas receba e envie objetos simples. Boa sorte! ;-)

Da pra usar com projetos Android?

Sim, basta fazer o download do zip da biblioteca, descompactar e copiar o JAR para a pasta libs do seu projeto Android (caso não tenha a pasta, basta criar...). Depois, no Eclipse, clique com o botão direito em cima do JAR e selecione a opção Build Path --> Add to Build Pah e pronto, você já pode usar normalmente no seu projeto!

Abraços
Neto Marin

Comentários

Daniel disse…
Componente sagaz o Gson. Utilizamos em projetos, muito eficiente.
Rafael Spessotto disse…
Ola!

eu sei que esse post e antigo, mas comecei a seguir os seu tutorial de android, so que cada vez que eu dou "run as android application" ele roda o emulador mas a aplicacao nao aparece no emulador...ela esta instalada mas ela nao roda automaticamente... tem alguma ideia?

abracos
Unknown disse…
Uia!

Simples e objetivo! Parabéns pelo post.
Unknown disse…
Muito bom, parabéns.
Unknown disse…
Alguém poderia indicar uma fonte onde encontro a utilização do GSon para utilização com RESTFul?

Postagens mais visitadas deste blog

Você já pensou em ser palestrante em algum evento ?

Você já deve ter participado de algum evento e pensado como deve ser legal ser palestrante... E para falar a verdade, é muito bom mesmo. Eu adoro, o Vinicius adora e conheço muitas pessoas que curtem cada minuto da participação no evento como palestrante. Com certeza é uma responsabilidade a mais. Você sente medo, adrenalina, tem que se preparar. Literalmente coloca a cara a tapa para qualquer pessoa te avaliar em todos os sentidos. Qual o seu tom de voz?  Seus slides são legais? Você manja mesmo ?  Seu português está ok?  E as palavras em inglês ?  Teve algum deslize técnico? E MUITO mais.  Mas é claro que a exposição tem dois lados... e os resultados podem ser ótimos. Normalmente conhecemos mais pessoas como palestrantes e podem surgir boas oportunidades de negócio. É sempre positivo ter uma nova referência positiva quando as pessoas buscam nosso nome no Google, podemos fazer a diferença para quem está assistindo a palestra e muito mais.  No The Developer's

TDC ONLINE: SUA PLATAFORMA DE PALESTRAS GRAVADAS DO TDC DISPONÍVEL

Além do conteúdo ao vivo transmitido online nas edições do TDC, agora você pode ter acesso à centenas de palestras gravadas, através da nossa nova plataforma de vídeos - o TDC Online, que reúne todas as Trilhas premium, Stadium e Salas dos Patrocinadores das edições anteriores de 2022, TDC Innovation e TDC Connections.  Para acessar, basta clicar na edição em que você participou ( TDC Innovation ou TDC Connections ); Fazer o mesmo login (com e-mail e senha) cadastrados na hora de adquirir ou resgatar o seu ingresso no TDC; E clicar na Trilha de sua opção, e de acordo com a modalidade do seu ingresso. Logo em seguida, você será direcionado para a seguinte página com a lista de todas as palestras por Trilha: Pronto! Agora você tem acesso à centenas de palestras gravadas da sua área de interesse, para assistir como e quando quiser! Caso tenha esquecido a senha, clique na opção "Esqueci a senha" , insira o e-mail que você realizou para o cadastro no evento, e aparecerá a op

TDC INNOVATION lança University Pass

Modalidade de ingresso tem como objetivo ajudar na capacitação dos universitários Uma pesquisa realizada em 2020 pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) diz que até o ano de 2024 o Brasil precisará de cerca de 420 mil profissionais na área de Tecnologia da Informação. Porém, por ano, a mesma pesquisa diz que o país forma apenas 46 mil profissionais capacitados no nicho. Pensando nisso, para ajudar na formação e capacitação desses jovens profissionais, o TDC INNOVATION, segunda edição do ano do The Developer's Conference, lança o University Pass, modalidade de ingresso que possibilita aceso digital gratuito a todas as palestras do evento, ou com 50% de desconto para quem preferir ir pessoalmente. Com o tema central “Desafios para a criação do futuro Digital”, o TDC INNOVATION ocorrerá entre 1 e 3 de junho, de forma híbrida: presencialmente no Centro de Convenções CentroSul, em Florianópolis, e com transmissão simultaneamente pela

Segurança da informação no alvo: o que esperar do futuro?

A segurança da informação não se trata apenas de proteger os dados contra acesso não autorizado. Na prática, refere-se aos recursos que impedem: uso; registro; inspeção; divulgação; interrupção; modificação; destruição de dados. O uso de dados pode abranger desde um perfil nas redes sociais a detalhes financeiros, biometrias ou novos projetos. Por isso, a preocupação com a proteção dos dados é crescente, tanto para empresas quanto clientes. Para muitas pessoas, a coleta de dados é considerada invasão de privacidade, criando desconfiança do titular dos dados, pois o uso dos dados pode ser facilmente corrompido, utilizado para fins não declarados. Apesar de o uso dos dados terem impulsionado os avanços tecnológicos na última década, as organizações lidam com o desafio de distinguir dados de informações pessoais de modo a proteger a privacidade e as preferências dos clientes. Neste artigo, abordaremos o impacto da segurança da informação e o que esperar do futuro. Confira casos conhecido

TDC Digital: o que você precisa saber para transformar sua carreira em 2022

O TDC Digital é o maior evento de TI do mercado e proporciona crescimento profissional a partir de palestras com especialistas e oportunidades de networking com o mundo todo, direto da sua casa. Através da escolha individual de cada participante é possível obter experiências imersivas e transformadoras conforme o tema-chave de cada trilha.  O evento também é o lugar ideal para ajudar no desenvolvimento de carreiras, permitindo que qualquer pessoa com vontade — e um tema interessante — seja palestrante e compartilhe suas experiências e conhecimentos. Para aqueles que querem  participar como ouvinte a plataforma do TDC favorece conferências dinâmicas, e o encontro de diversas comunidades e ecossistemas de TI. E, após a escolha de uma trilha, fica mais fácil acompanhar especialistas para aprender e se inspirar. Em 2021, o The Developer’s Conference (TDC) foi 100% digital e, em três dias de evento, contou com mais de 300 horas de conteúdos , incluindo: Agile; Testes; Design; Web e Mobile;

Inscrever sua equipe em eventos de TI vale a pena? Entenda aqui

Os eventos de TI são importantes para o aprendizado contínuo, especialmente em uma área tão dinâmica, como a de tecnologia. A necessidade de estar sempre por dentro das tendências pode esbarrar em algumas objeções, como investir em especializações pouco práticas ou opções pulverizadas de mercado. Por isso, participar de conferências e assistir palestras de especialistas é uma excelente oportunidade para sua equipe se desenvolver. O melhor de participar de eventos de TI é expandir os conhecimentos e habilidades independentemente da experiência específica, seja um desenvolvedor web ou full stack, por exemplo, as conferências de tecnologia podem ajudar o profissional a se aperfeiçoar. Isso ocorre devido ao contato com outros especialistas e colegas da mesma área. Além disso, é possível descobrir novas soluções e fazer networking . Neste artigo, você conhecerá as vantagens da sua equipe participar em eventos de TI. Aproveite a leitura! Vantagens de participar de eventos de TI Se o seu ob